Banner Superior

Vereador é detido por suspeita de vender bebida alcoólica para dois adolescentes

 

O vereador Josafá Martins Barboza (PP) de Primavera do Leste foi detido por suspeita de vender bebida alcoólica para adolescentes. O fato aconteceu na noite do feriado de Sexta-feira Santa (30). Ele foi preso após abordagem da Polícia Militar a dois menores de idade que estavam em uma motocicleta e fazendo uso de bebida alcoólica.

 

Para a reportagem , Josafá afirma que o caso já está na Justiça e não vai se pronunciar. A Câmara de Primavera emitiu nota na qual lamenta o episódio envolvendo o vereador e diz que vai aguardar o trabalho de investigações, para preservar o direito de ampla defesa do parlamentar.

 

Josafá tem uma trajetória política conturbada. Em dezembro de 2015, o Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Primavera do Leste, ofereceu denúncia contra o parlamentar. À época, ele era presidente da Câmara e estava afastado do cargo por determinação judicial, acusado de fraude em processo licitatório para aquisição de equipamentos de informática e monitoramento eletrônico.

 

Em janeiro, o vereador foi indiciado pelos crimes de estupro de vulnerável e circulação de moeda falsa por, supostamente, ter pago uma menina de 13 anos para fazer sexo oral nele e, ainda, ter repassado moedas falsas à menor como pagamento. Interrogado pelo delegado responsável pelo inquérito, Bruno Moraes Carvalho, ele negou as acusações.

 

Em fevereiro, a Câmara de Primavera instalou uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o vereador com base na suspeita de estupro e circulação de moeda falsa. O pedido apresentado pelo civil Ruberlei Pereira Dias. O emedebista Elton Baraldi (Nhonho) foi escolhido presidente da Comissão e o relatório está a cargo de Manoel Mazzutti (MDB). Também compõe o grupo Carlos Araújo (PP) na função de secretário.

 

Veja, abaixo, a íntegra da nota emitida pela Câmara:

 

A Câmara Municipal de Primavera do Leste lamenta o recente episódio envolvendo o vereador Josafá Martins Barboza e aguarda o trabalho de investigações, para preservar o direito de ampla defesa do parlamentar e se compromete a tomar as medidas cabíveis, conforme o Regimento Interno da Casa, assim como sempre é feito em casos de denúncias contra parlamentares.

 

fonte:rdnews

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

29°C

Primavera do Leste

Parcialmente Nublado

Umidade: 70%

Ventos: 0 km/h

  • 24 Mar 2016 27°C 21°C
  • 25 Mar 2016 27°C 21°C
Banner 468 x 60 px