Banner Superior

Flamengo ganha do Santos no Maracanã

O Flamengo venceu o Santos por 1 a 0 na tarde desta quinta-feira, no Maracanã, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Henrique Dourado, ex-Peixe, no segundo tempo. O maior “vilão” foi Gabigol. Pouco antes do Rubro-Negro abrir o placar, Gabigol vacilou ao desperdiçar chance incrível na pequena área para defesa de César. E no fim, aos 43, o camisa 10 teve pênalti defendido pelo goleiro flamenguista.

Com a vitória, o Flamengo ainda sonha com o título. Os cariocas pulam para a segunda colocação, com 63 pontos, sete atrás do Palmeiras, a quatro rodadas do fim. O Peixe estaciona nos 46 depois de três derrotas seguidas e agora é o nono, mais longe da Libertadores de 2019.

Na próxima rodada, o Rubro-Negro visitará o Sport, domingo, na Ilha do Retiro. No mesmo dia, o Santos enfrentará o América-MG no Independência.

O cenário do primeiro minuto foi o mesmo do último: Flamengo com a posse de bola e o controle do jogo. O Santos todo no campo de defesa, à espera do contra-ataque. O Rubro-Negro, porém, não conseguiu infiltrar na defesa do Peixe e só levou perigo em finalizações de fora da área, principalmente com Vitinho e Diego. O Alvinegro não encaixou um bom contra-ataque sequer. Antes da bola rolar, o técnico Cuca falou sobre a expectativa de um “jogão”. Na prática, a etapa inicial deu sono.

O segundo tempo foi diferente. Sem Arthur Gomes e com Jean Mota no meio-campo, o Santos passou a ser mais organizado, com maior participação no campo de ataque. O Peixe foi ganhando campo, “gostando do jogo” e teve a melhor chance da partida aos 20. Diego Pituca encontrou Bruno Henrique livre pela esquerda, o atacante cruzou bem e Gabigol, sozinho na pequena área, chutou em cima do goleiro César.

E, na sequência, duas máximas do futebol entraram em ação: “o quem não faz toma” e a “Lei do Ex”. O Flamengo aproveitou a primeira grande oportunidade, quando Diego quebrou o sistema defensivo com lançamento para Berrío aos 27. Jean Mota e Victor Ferraz cochilaram antes de Henrique Dourado, ex-Santos, abrir o placar. E aos 43, Gabigol teve a chance de se redimir. O atacante sofreu e bateu pênalti, mas parou no goleiro César. O Flamengo venceu o Santos em dia ruim do artilheiro do Campeonato Brasileiro.

 

FICHA TÉCNICA

Flamengo 1 x 0 Santos

Local: Maracanã, no Rio - Horário: 17h (de Brasília)

 

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR) - Assistentes: Luciano Roggenbaun e Luiz H Souza Santos Renesto

 

Público e renda: 46.067/R$ 1.136.024

Cartões amarelos: FLAMENGO: Rodinei. SANTOS: Yuri, Alison, Gabigol, Jean Mota e Gustavo Henrique

GOL -  Flamengo: Henrique Dourado, aos 27 minutos do 2T;

FLAMENGO: César; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Pará; Cuellar, Rômulo (Jean Lucas), Diego e Everton Ribeiro; Vitinho (Berrío) e Uribe (Henrique Dourado)- Técnico: Dorival Júnior

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Yuri, Gustavo Henrique e Dodô (Renato); Alison (Eduardo Sasha), Pituca e Arthur Gomes (Jean Mota); Rodrygo, Bruno Henrique e Gabigol - Técnico: Cuca

Última modificação emSexta, 16 Novembro 2018 00:29

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Primavera do Leste

Banner 468 x 60 px