Banner Superior

Deputado cobra nomes e diz que Zeca prevarica

Destaque Deputado cobra nomes e diz que Zeca prevarica

O deputado estadual Max Russi (PSB) cobrou que o deputado Zeca Viana (PDT) divulgue os nomes dos parlamentares que teriam supostamente recebido propina para fraudar os relatórios finais das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) da Cooperativa e Renúncia e Sonegação Fiscal, em 2014 e 2016, respectivamente.

A acusação foi feita por Viana nesta quarta-feira (14), durante sessão plenária na Assembleia Legislativa. Na ocasião, o deputado disse que os membros de ambas as comissões receberam propina “para esconder os dados, fraudar os laudos e o relatório final e proteger um ou dois megaempresários do agro deste Estado”.

Membro da CPI da Renúncia, o deputado Max Russi afirmou que o relatório final da CPI apontou que o total de R$ 1,781 bilhão foi sonegado por empresas e cooperativas beneficiadas em programas de incentivos fiscais, entre os anos de 2011 e 2014.

Ele disse ainda que todo o trabalho desenvolvido foi encaminhado aos órgãos de controle. Por essa razão, cobrou que Zeca Viana apresentasse os nomes dos supostos beneficiários de propina.

“O relatório da CPI apurou mais de um bilhão de sonegação. Isso foi mandado pros órgãos de controle. Agora não sei o andamento. Mas ele tem que dar nomes aos bois, né. Pedir pra ele quem são os nomes. É fácil falar genérico”, disse Max Russi.

Além de Russi, eram membros da comissão os deputados Wilson Santos (PSDB) e Gilmar Fabris (PSDB) e também os ex-deputados Zé do Pátio (SD) e Emanuel Pinheiro (MDB), hoje prefeitos de Rondonópolis e Cuiabá, respectivamente.

A única pessoa que Zeca Viana “excluiu” da suposta propina foi Wilson Santos, que o questionou no momento em que ele fez a acusação. Para Russi, é “fácil” acusar sem provas, principalmente no caso de Viana, que não retorna para a próxima legislatura.

“Ele tá indo embora né. Fácil isso. Só acho que tem que falar nomes. Daí sim é uma denúncia. Ele tá indo embora né. Fácil isso. Tem que falar nomes. Simples. E fazer a denúncia aos órgãos de controle. Senão está prevaricando”, encerrou.

Além dos membros da CPI da Renúncia, foram acusados os ex-deputados José Riva, Alexandre César (PT), Jota Barreto (PR), Emanuel Pinheiro e o atual deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM), que fizeram parte da CPI das Cooperativas.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Primavera do Leste

Banner 468 x 60 px