Banner Superior

Renata Viana e mais dois, cotados para assumir o PDT em Mato Grosso

Após a derrota acachapante que sofreu nas urnas no último dia 07, o deputado estadual Zeca Viana ensaia o discurso para deixar o comando da sigla no estado. Pressionado pela direção nacional do partido (por ter declarado apoio a Jair Bolsonaro quando a legenda disputava a Presidência com Ciro Gomes) o faltoso deputado perdeu espaço junto a Executiva nacional, onde já estava desgastado. Somou-se a isso a votação decepcionante que teve ao tentar o 3º mandato.

Três nomes estão cotados para assumir o PDT em Mato Grosso. Renata Viana, que é Secretária Geral do partido no estado e tem ligações próximas com a executiva nacional. Allan Kardec que é o único deputado eleito pelo PDT para a Assembleia e por ter sido filiado ao PT é muito mais próximo do pensamento da legenda a nível nacional e Otaviano Piveta, que voltou ao PDT e está eleito como vice-governador.

Conforme antecipou o CORREIO DA CIDADE MT, Zeca Viana vai continuar a fazer politica, principalmente através das redes sociais onde  financia um grupo de pessoas com o objetivo de atacar e difamar todos os políticos que ele não gosta, principalmente em um determinado grupo de whatsapp.

Seu propósito é caluniar o Prefeito Léo Bortolin a quem xinga de forma doidivanas desde o dia seguinte a derrota nas eleições suplementares, conforme áudio divulgado neste Jornal na época, durante entrevista para uma emissora de rádio em Cuiabá.

Perdendo espaço, credibilidade e força na politica estadual com Zeca Viana, o PDT vai mudar para participar do governo estadual de Mauro Mendes, sem correr o risco de ataques do atual Presidente como aconteceu na relação dele com o governador Pedro Taques, que de aliado virou inimigo.

Ely Leal - Redação

MT - Em 9 meses, 61 mulheres assassinadas e 14 mil ameaçadas

Entre janeiro a setembro deste ano, 61 mulheres foram assassinadas em Mato Grosso. Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) de Mato Grosso. Os casos são classificados como homicídios e não são tipificados como feminicídios.

O levantamento da Sesp diz que os dados são iguais ao do mesmo período de 2017, quando 61 mulheres também foram assassinadas.

Somente no mês de setembro, oito mulheres foram assassinadas. Na maioria dos casos, conforme divulgação das forças de segurança, os autores dos crimes são os próprios maridos, namorados ou ex-namorados.

Crimes

Em setembro, alguns casos chocaram os moradores: Jakielly Pontes da Silva, de 25 anos, foi encontrada morta na BR-364, em Jaciara, a 142 km de Cuiabá, depois que saiu do trabalho.

A investigação apontou Tiago Floriano de Paula, de 30 anos, dono de um lava a jato na cidade e que teve um relacionamento com Jakielly, como o mandante do crime. Ele não queria reconhecer a paternidade do filho que teve com a vítima.

Segundo a Polícia Militar, Andressa da Silva Targa, de 21 anos, foi morta pelo marido dela, Josenildo Silva do Nascimento, de 27 anos. O suspeito fugiu após o crime e não foi encontrado. O crime ocorreu em Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá. A sogra da vítima explicou que o relacionamento deles não estava dando certo.

Também contou que naquele dia Andressa sairia de casa por causa do desentendimento no casamento. Uma bolsa com vários pertences foi deixada pronta na casa.

Em julho, 47 mulheres foram assassinadas. Em agosto, foram 53 mortas, conforme levantamento da Sesp.

O levantamento aponta que 14,8 mil mulheres foram vítimas de algum tipo de ameaça. Outras 7,3 mil sofreram algum tipo de agressão física. Ainda, 178 foram estupradas e outras 112 foram vítimas de tentativa de violência sexual.

Dados de 2017

Os casos de feminicídio em 2017 aumentaram 55,1% em Mato Grosso em comparação com os crimes registrados em 2016, segundo o 12º Anuário Brasileiro de Segurança. Os números foram compilados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e divulgados no mês de agosto.

Ao todo, o estado registrou 76 casos de feminicídio em 2017. No ano anterior, 49 crimes tipificados como feminicídio.

Segurança e patrulhamento

A secretaria disse que o governo avançou na implantação de redes de proteção em alguns municípios, com a integração entre órgãos de segurança, judiciário e de assistência psicossocial, e das patrulhas Maria da Penha em Rondonópolis, Barra do Garças e Sinop.

Em Cuiabá, a Polícia Militar lançou na última quinta-feira (11) o projeto da 'Patrulha Maria da Penha' em Cuiabá. O projeto vai contar com uma viatura caracterizada e com policiais que vão visitar regularmente mulheres que tiverem requerido medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha (11.340/2006).

O primeiro bairro a ser atendido será o Dom Aquino, por concentrar o maior número de medidas protetivas requeridas. De acordo com levantamento da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá, até agosto de 2018 havia 22 medidas.

fonte: G1-MT

Palmeiras bate Grêmio e mantém liderança do brasileirão

O Palmeiras defendeu a liderança do Campeonato Brasileiro com sucesso na tarde deste domingo. A nove rodadas do fim do torneio nacional, o time alviverde contou com gols do atacante Deyverson para ganhar do Grêmio por 2 a 0, no Estádio do Pacaembu.

Deyverson abriu o placar após cruzamento de Dudu no primeiro tempo e ampliou na etapa complementar ao levar a melhor sobre Bressan. Invicto há 14 jogos seguidos no Brasileiro, o Palmeiras chega aos 59 pontos ganhos e permanece no topo da tabela. O Grêmio, com os mesmos 51 pontos, continua no quinto posto.

Pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio volta a campo para enfrentar o América-MG às 16 horas (de Brasília) do próximo sábado, no Estádio Independência. Já o líder Palmeiras encara o Ceará às 16 horas de domingo, novamente no Pacaembu.

O Jogo

Empurrado por sua torcida, o Palmeiras conseguiu inaugurar o marcador logo aos sete minutos da etapa inicial. Dudu recebeu pela direita e cruzou. Marcado por Marcelo Oliveira na primeira trave, Deyverson desviou e matou o goleiro Paulo Victor.

Após tomar um susto em falta perigosa de Diogo Barbosa, defendida por Paulo Victor, o Grêmio teve sua única chance durante o primeiro tempo. Cícero levantou na área e Pepê completou de cabeça. Fernando Prass apenas acompanhou a saída da bola pela linha de fundo.

O Grêmio melhorou e passou a trocar passes no ataque, mas quase tomou o segundo ainda no primeiro tempo. Após tabelar com Deyverson, Dudu rolou para Bruno Henrique. Com Paulo Victor batido, o volante completou e Cícero salvou na linha do gol.

No segundo tempo, com Marinho no lugar de Pepê, o Grêmio procurou aumentar seu volume de jogo em busca do empate. O Palmeiras soube como proteger o gol de Fernando Prass e continuou atacando, porém sem conseguir construir grandes chances no começo.

Com dificuldades para penetrar na defesa palmeirense, o Grêmio assustou em cobrança de falta pela esquerda efetuada por Luan, que viu a bola passar perto do travessão de Prass. Pouco depois, Dudu recebeu de Willian em contra-ataque e disparou para boa defesa de Paulo Victor.

O Palmeiras ampliou sua vantagem aos 33 minutos do segundo tempo. Em um lance de persistência, o atacante Deyverson levou a melhor sobre o gremista Bressan após bola pelo alto, se atrapalhou um pouco e, de pé direito, finalizou diante de Paulo Victor. Nos minutos finais, a torcida alviverde gritou olé para festejar o líder do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 x 0 GRÊMIO

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Antônio Carlos, Luan, Gustavo Gomez e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Jean), Bruno Henrique e Moisés; Dudu (Hyoran), Willian (Lucas Lima) e Deyverson - Técnico: Luiz Felipe Scolari

Grêmio: Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Cícero, Maicon, Alisson, Luan (Thaciano) e Pepê (Marinho); Jael (André)- Técnico: Renato Gaúcho

Gol: PALMEIRAS: Deyverson, aos 7 minutos do 1º Tempo e aos 33 minutos do 2º Tempo

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa) e Sidmar dos Santos Meurer

Cartões amarelos: Thiago Santos, Gustavo Gomez, Luan (PAL); Bressan e Marcelo Oliveira (GRE)

Público: 32.015 pagantes

Renda: R$ 1.254.125,00

Local: Estádio do Pacaembu

  • 0

Para MPE, Paulo Taques era "dono" da Grampolândia

Ao apresentar suas alegações finais no caso das interceptações ilegais implantadas no âmbito do Governo Estadual, mais preciso, na Polícia Militar, o Ministério Público Estadual (MPE) deixou claro, em diversos trechos, a desconfiança de que o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, esteja envolvido no esquema. Isso porque, segundo depoimento do operador do sistema, cabo Gerson Corrêa, Paulo – que é primo do governador Pedro Taques (PSDB) – foi financiador da implantação do setor de interceptações. O documento foi assinado no último dia 3 de outubro pelo promotor Allan Sidney do Ó Souza.

De acordo com o depoimento, Paulo Taques patrocinou a instalação do núcleo de espionagem com R$ 50 mil, entregues ao coronel Evandro Lesco, em companhia de Gerson, que esteve presente na função de segurança. “[...] nós fomos até o bairro Consil, num escritório, onde era... uma casa, não sei escritório, estou repetindo, mas onde o Paulo Taques laborava, atuava, e pegamos os cinquenta mil reais(...) O Paulo Taques entregou pro coronel Lesco, eu fui mais como segurança, na verdade. Pegamos esse dinheiro e começamos a comprar, adquirir. Comprei, peguei dinheiro e fui comprando o que precisava”, diz trecho do depoimento de Gerson destacado pelo MPE em suas alegações finais.

Além dos R$ 50 mil, Gerson ainda alegou ter recebido das mãos de Paulo Taques o valor aproximado de R$ 34 mil quando o núcleo substituiu o sistema Wytron, primeiro módulo de escuta das interceptações telefônicas, pelo sistema Sentinela.

Em outro trecho do documento, o Ministério Público, ao mencionar a importância da participação do coronel Evandro Lesco no esquema, cita que o ex-secretário-chefe pode ser, inclusive, o dono de todo o esquema. “[...] a participação do acusado cel PM Evandro Alexandre Ferraz Lesco foi primordial, quiçá, conditio sine qua non para a materialização do “Núcleo de Inteligência”, pois (...) foi o responsável direto pela captação dos recursos financeiros advindos do colaborador (se não o próprio dono do núcleo) Paulo Zamar Taques”, pontuou.

O caso veio à tona após o promotor de Justiça e ex-secretário de Segurança da gestão Pedro Taques, Mauro Zaque, denunciar a existência de um núcleo ilegal no âmbito da Polícia Militar de Mato Grosso. Na época, Zaque afirmou que, desde que tomou conhecimento, alertou o governador sobre a existência do setor, informação que teria sido ignorada pelo chefe do Executivo.

O escândalo foi veiculado nacionalmente pela Rede Globo. Entre as pessoas grampeadas ilegalmente, jornalistas, advogados, médicos, empresários e políticos adversários ao governador. Os grampos foram implantados em 2014, quando Taques ainda era candidato ao Governo.

Na manifestação final, o MPE pediu a condenação do cabo Gerson e dos coronéis Zaqueu Barbosa e Evandro Lesco. Além disso, o órgão se manifestou pela absolvição do coronel Ronelson Barros e do tenente-coronel Januário Batista, uma vez que não há provas de que tenham agido sem ordem superior.

Internacional, vira o jogo, vence São Paulo e é o vice-líder

O São Paulo se distanciou dos líderes do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo. Jogando no Beira-Rio, em duelo entre dois times postulantes ao título, o Tricolor saiu na frente com um gol relâmpago de Liziero, substituto do lesionado Everton, mas recuou demasiadamente e sofreu a virada do Internacional, que venceu por 3 a 1.

Com o resultado, o São Paulo chegou ao seu quinto jogo consecutivo sem vitória, permanecendo no quarto lugar com 52 pontos, agora sete a menos que o líder Palmeiras, que venceu o Grêmio no Pacaembu. O Inter, por sua vez, conseguiu recuperar a segunda colocação, com 56 pontos.

Pela 30ª rodada do Brasileirão, o time dirigido por Diego Aguirre tentará se reabilitar diante do Atlético-PR no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Morumbi. Já os comandados de Odair Hellmann buscarão se manter firmes na briga pelo título em confronto com o Santos, no dia 22, às 20 horas, novamente em casa.

Tricolor faz gol relâmpago, mas é castigado.

O primeiro tempo foi quase todo do Inter, mas foi o São Paulo quem balançou as redes. Logo aos dois minutos, após erro de Edenílson na saída de bola, Reinaldo recebeu na esquerda e cruzou na medida para Liziero, que entrou na área e bateu de primeira, sem chances para Marcelo Lomba.

Pouco depois, a arbitragem tomou uma decisão polêmica. Após boa troca de passes do Inter, Hudson interceptou com um carrinho dentro da área. A bola sobrou para Nico López, que bateu firme e marcou o gol. A auxiliar Neuza Inês Back, contudo, não interpretou o desvio do são-paulino como uma nova jogada e assinalou impedimento, anulando o tento.

O São Paulo recuou exageradamente e passou ser muito pressionado pelo Inter. Aos 18, D’Alessandro cruzou da direita, Jean saiu mal do gol, e a bola sobrou para Patrick. Sem goleiro, o volante se atrapalhou e finalizou mal, dando tempo para Anderson Martins afastar. Aos 41, o meia argentino carimbou a trave esquerda de Jean em cobrança de falta.

Acuado pelo time da casa, o Tricolor não resistiu e cedeu o empate no fim do primeiro tempo. Aos 41 minutos, Nico López avançou pela direita, passou por Liziero na linha de fundo e cruzou para Leandro Damião, que subiu livre na área para testar firme e deixar tudo igual no Beira-Rio.

Colorado segue melhor e Damião resolve

Empurrado por mais de 45 mil pessoas, o Inter não diminuiu o seu ímpeto na volta do intervalo. E chegou ao gol da virada logo aos seis minutos, quando Victor Cuesta desviou lançamento de D’Alessandro para Damião completar com o pé para as redes.

Aí o São Paulo acordou e saiu para o jogo. Aos 14 minutos, Joao Rojas recebeu na direita e passou para Hudson. Próximo da marca do pênalti, o volante bateu de primeira e viu a bola tirar tinta da trave. Em busca do empate, Diego Aguirre colocou Gonzalo Carneiro e Tréllez nas vagas de Nenê e Liziero.

As alterações melhoraram o Tricolor. Aos 26 minutos, após chute da intermediária, a bola sobrou para Rojas, que levantou na pequena área. Diego Souza subiu com a marcação e conseguiu testar, mas ela saiu passando rente à trave.

Aos 33 minutos, o São Paulo teve um gol anulado. Após Reinaldo cobrar falta em direção à área, Bruno Alves dividiu por cima com Lomba. A bola sobrou para Carneiro, que empurrou para a rede. A auxiliar, porém, assinalou o milimétrico impedimento do zagueiro. Nos acréscimos, Nico López converteu pênalti sofrido por Damião e deu números finais à partida.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 1 SÃO PAULO

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Emerson Santos (Klaus), Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e D´Alessandro (Wellington Silva); Nico López e William Pottker (Leandro Damião)

Técnico: Odair Hellmann

SÃO PAULO: Jean; Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson, Liziero (Tréllez) e Nenê (Gonzalo Carneiro); Joao Rojas e Diego Souza

Técnico: Diego Aguirre

Gols: INTER: Leandro Damião, aos 45 do 1º tempo, e aos 6 minutos do 2º tempo; Nico López, aos 49 minutos do 2º tempo SÃO PAULO: Liziero, aos 2 minutos do 1º tempo

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)             

Confira demais resultados da 29ª rodada do Campeonato Brasileiro

Flamengo 3 x 0 Fluminense

Bahia 2 x 0 Paraná

Palmeiras 2 x 0 Grêmio

Vasco 2 x 0 Cruzeiro

Santos 1 x 0 Corinthians

Chapecoense 0 x 1 Vitória

Internacional 3 x 1 São Paulo

Atlético-PR 4 x 0 Sport

Atlético-MG 0 x 0 América-MG

14/10 - segunda - Ceará x Botafogo - 19h - Castelão

  • 0

Índios ameaçam invadir PRF em Primavera

A Polícia Federal investiga uma suposta ameaça feita por índios ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Primavera do Leste na quarta-feira (10). Houve reforço policial pra garantir a segurança do local.

Pelo menos 20 policiais fazem a segurança do posto de fiscalização da PRF. Eles vieram de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, depois de uma suposta ameaça feita por 4 índios da etnia Xavante, que estariam tentando recuperar um carro apreendido pelos policiais rodoviários. Eles teriam ameaçado atacar o posto.

O carro apreendido não pertence aos indígenas. Os policiais acreditam que o dono fechou negócio com os índios, mesmo com o veículo estando no pátio da PRF. A ameaça ao posto foi comunicada formalmente à Polícia Federal.

Um inquérito deve ser aberto pra investigar o caso. Os policiais se reuniram com um representante da Fundação Nacional do Índio (Funai), que se comprometeu a conversar com os índios envolvidos na ameaça.

A reportagem da TV Centro América tentou, por telefone, contato com um líder da comunidade Xavante de Primavera do Leste, mas não foi atendida. Segundo a PRF, cerca seis mil índios moram nas aldeias que ficam entre Primavera e Barra do Garças.

fonte: G1-MT

Desembargador Carlos Alberto é eleito presidente do TJMT

Os desembargadores Carlos Alberto Alves da Rocha e Maria Helena Gargaglione Póvoas foram eleitos presidente e vice-presidente, respectivamente, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e Luiz Ferreira da Silva o corregedor-geral da Justiça para o biênio 2019/2020. Os magistrados foram eleitos por aclamação, na manhã da quinta-feira (11), durante sessão administrativa ordinária do Tribunal Pleno, em Cuiabá.

A decisão foi unânime após a desistência do desembargador José Zuquim Nogueira à candidatura para o cargo de corregedor-geral da Justiça.

A cerimônia de posse da nova diretoria eleita será realizada no dia 19 de dezembro e a entrada em exercício nos respectivos cargos de direção se dará em 1º de janeiro de 2019.

O presidente eleito, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, disse que há dificuldades a serem sanadas.

“Essa harmonia será o reflexo por onde o tribunal caminhará, pensando sempre na sua obrigação de julgar bem, sempre juntos dos juízes de Primeiro Grau, da Ordem dos Advogados e dos servidores. Sabemos das dificuldades e espero não decepcionar. Agradeço o apoio de todos”, disse o magistrado.

Momento difícil

Em dois meses, três juízes de comarcas diferentes de Mato Grosso foram vítimas de agressão no exercício da profissão. No caso mais grave, o juiz Carlos Eduardo de Moraes Filho foi baleado no ombro esquerdo dentro do Fórum de Vila Rica, a 1.276 km de Cuiabá, durante uma audiência de custódia.

Domingos Barros de Sá, o autor dos disparos, foi morto por um policial militar que estava no fórum.

Em outro caso, um advogado invadiu o Fórum de Paranatinga, a 411 km de Cuiabá, e agrediu o juiz Jorge Hassib Ibrahim, de 38 anos, com socos no rosto. A agressão foi registrada no dia 27 de setembro.

Homero Amilcar Nedel, de 59 anos, foi preso e ouvido na delegacia. Ele foi autuado pelos crimes de homicídio doloso na modalidade tentada, lesão corporal, desacato e coação no curso do processo.

Em Nova Monte Verde, a 920 km de Cuiabá, no dia 31 de agosto, um réu arremessou uma garrafa d'água em juiz durante o julgamento.

Odinei Batista de Jesus, de 25 anos, era julgado pelo crime de homicídio. Ao fim da leitura da sentenpça, ele estava prestes a ser algemado, quando se desvencilhou dos agentes penitenciários.

Carga falsificada de defensivos agrícolas avaliada em R$ 500 mil é apreendida

Uma carga de defensivo agrícola suspeita de ser falsificada, avaliada em R$ 500 mil, foi apreendida pela Polícia Judiciária Civil, na manhã de ontem, quinta-feira (11), em Campo Verde. Dois homens foram presos em flagrante pelo crime de receptação.

A ação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Campo Verde, em apoio às investigações da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Os policiais civis foram acionados para averiguar suspeitas de que uma carga de defensivos agrícolas, supostamente falsificada, seria entregue em uma casa comercial de Campo Verde.

A denúncia partiu da empresa fabricante do produto, a qual identificou a falsidade do material por análise de lotes e embalagens. Os investigadores iniciaram diligências e flagraram o momento que os defensivos seriam descarregados de um caminhão baú, para dentro de um estabelecimento comercial do ramo, localizado na região central de Campo Verde.

Após constatação de se tratar da carga suspeita, o motorista do caminhão, de 56 anos, e o dono do local, de 39 anos, responsável por receber os produtos, foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Campo Verde, interrogados e autuados por crime de receptação.

Mulher mata marido; joga corpo em rio e inventa história para polícia

Diligências realizadas pela Polícia Judiciária Civil de Paranatinga (373 km ao Sul) conseguiram localizar o corpo de um homem assassinado no distrito de Santiago do Norte e identificar a autoria do crime como sendo da esposa da vítima.

Na noite de domingo, por volta das 22h, uma mulher procurou o núcleo da Polícia Militar em Santiago do Norte para registrar ocorrência informando sobre homens armados que teria invadido sua casa, degolado seu marido, obrigado ela a limpar o sangue e a seguir com eles, onde teriam parado em uma ponte do rio Jaguari para jogar o corpo.

Na versão apresentada, a mulher afirmou ainda que foi obrigada a seguir com os criminosos para Nova Ubiratã e Sorriso e que conseguiu fugir em um momento de distração dos bandidos, que a deixaram dentro do veículo para entrarem em uma frutaria.

Imediatamente após o registro do boletim de ocorrência diversos trabalhos de investigação foram iniciados objetivando identificar os criminosos, bem como localizar o corpo de Ederson Barroso, 33.

O corpo foi encontrado (com apoio da Polícia Militar e auxílio de moradores da região) no fundo do rio Jaguaribe, na tarde de segunda-feira (08) apresentando corte profundo no pescoço e abdomen,

No transcorrer dos trabalhos de elucidação foram verificadas diversas contradições na narrativa de Keli Martins Moreira, 23, como horários, distâncias, circunstâncias do crime noticiado por ela, bem como estabelecimentos comerciais que disse ter passado sob ameaça dos criminosos.

De acordo com o delegado à frente das investigações, Pablo Borges Rigo, inicialmente chamou atenção a demora da mulher em denunciar o crime que supostamente teria sido vítima.

“Segundo a versão dela o crime teria ocorrido na madrugada de sábado para domingo, conseguimos imagens de um supermercado em Sorriso que mostram Kelly, por volta das 10h de domingo, com aparência tranquila, acompanhada de um homem e de uma criança (que é seu filho), comprando frutas, sem a menor pressa ou apreensão. Às 16h ela chegou na casa de seus pais em Santiago do Norte e apenas as 22h foi informar a polícia que teria sido sequestrada e o marido assassinado na madrugada”, destaca.

O delegado explica que em razão do crime de ocultação de cadáver ter caráter permanente foi possível realizar a prisão em flagrante da suspeita, na noite de segunda-feira (08) logo após a localização do corpo da vítima. "Além da ocultação, ela vai responder criminalmente também pelo homicídio de Ederson”.

A mulher foi encaminhada para audiência de custódia, ficando à disposição do Judiciário. As investigações prosseguem para identificar o homem que foi visto com Kelly no supermercado, cuja suspeita é de participação no crime.

Participaram dos trabalhos de investigação policiais civis e militares dos municípios de Sorriso, Água Limpa, Nova Ubiratã e Paranatinga.

Assinar este feed RSS

29°C

Primavera do Leste

Parcialmente Nublado

Umidade: 70%

Ventos: 0 km/h

  • 24 Mar 2016 27°C 21°C
  • 25 Mar 2016 27°C 21°C
Banner 468 x 60 px