Banner Superior

As batalhas políticas a véspera das convenções e as definições

Destaque As batalhas políticas a véspera das convenções e as definições

A determinação do TSE em marcar as eleições suplementares em Primavera do Leste para o curto prazo de 19 de novembro, jogou o mundo político da cidade num “frenesi” de articulações que tem se arrastado por quase todas as horas do dia e adentrado as noites. Todos conversando com todos.  Acompanhe os últimos acontecimentos as vésperas das convenções que vai definir o rumo de todas as conversas e bater o martelo sobre quem disputará a cadeira de Prefeito e vice em 2018, 2019 e 2020.

Depois de perder o comando do PSB, o Prefeito afastado por crime de improbidade, Getúlio Viana vem tentando comandar os rumos das eleições usando os outros partidos. Chamou o médico Paulo Bersch, presidente do PMDB para uma reunião em sua nababesca chácara para fazer proposta e tentar a união dos grupos políticos da cidade.

A proposta inicial, apresentada pelo prefeito cassado, tinha como cabeça de chapa o agroempresário Otávio Palmeira (PMDB) como Prefeito e o próprio Paulo Bersch (PMDB) como vice. Ao encontrar resistência na sua proposta, Getúlio queria inverter a chapa lançando Paulo Bersch Prefeito e Otávio Palmeira vice.

A proposta incluía também as eleições de 2018. Queria ele lançar o nome do deputado estadual Zeca Viana para deputado federal no próximo ano e todos os partidos apoiariam o atual Prefeito Leonardo Bortolin para deputado estadual.

Como é comum em reuniões políticas, saíram ambos para estudar a proposta, mas internamente, nos partidos a proposta está rejeitada.

O caminho dos Vianas, de fato, é lançar um nome do PSDB e um do PDT. Comenta-se que pode ser Otávio Palmeira Prefeito e Mateus Viana vice. A dificuldade no caso é convencer o outro grupo dentro do próprio PSDB. O partido é dividido entre o Presidente Zezinho e o grupo Viana (que inclui Otávio Palmeira) e o grupo de Luizinho Magalhães (que inclui o Presidente do Sindicato Rural José Nardes e outros).

O Jornalista e suplente de deputado Luizinho Magalhães, também do PSDB, quer disputar as eleições como candidato a Prefeito e vai bater chapa (disputar) contra qualquer outra proposta dentro da convenção da legenda neste domingo.

Esta tentativa de Getúlio levou seu braço direito Jarbas Mesquita até o Paço Municipal, para uma longa conversa com o Assessor Especial do Prefeito Leonardo Bortolin, Carlos Alberto de Barros, o Beto Barros, para tentar a composição. Saiu sem conseguir.

No PDT, de Zeca, o único nome palatável para uma disputa deste porte é do filho do deputado, Mateus Viana. Em princípio é cotado para vice do nome que vier do PSDB, se este nome vencer Luizinho na convenção. Se não vencer, pode ser que Mateus venha como cabeça de chapa. Neste caso, a vice poderia ser a vereadora Carmem Betti (PSC), que é aceita a contragosto como vice na chapa por Getúlio.

Outro grupo político quer construir a chamada terceira via. A frente está o ex vereador Pirú. Reunião na casa dele, também na noite de sexta, contou com a presença de Luizinho Magalhães, Eraldo Fortes (PSD), Carmem Betti e outras lideranças políticas. A proposta do grupo é ter Carmem Betti como candidata a Prefeita, tendo como vice, ou Luizinho Magalhães ou Eraldo Fortes.

Como a imposição de Pirú é ter Carmem Betti como candidata a Prefeita, a reunião terminou com todos dizendo que vão analisar as propostas, mas internamente, dentre os outros nomes, ela está sepultada.

A tendência, para Carmem Betti é que ela pode ser a candidata da chapa terceira via, mas praticamente sozinha, sem grupo de apoio.

Já o PMDB vai lançar o atual Prefeito Leonardo Bortolin como candidato a Prefeito e o produtor rural e Presidente do Sindicato Rural José Nardes como vice. A idéia do grupo é rachar o PSDB de Otávio Palmeira e partido auxiliar do projeto “Viana”. 

Os dados estão lançados e a roleta política para amanhã, domingo, na Câmara Municipal onde quase todos os partidos farão sua convenção.

ATUALIZAÇÃO: O ex-vereador Antonio Marcos - O Pirú - Em contato com a redação esclareceu que o projeto de 3º via para as eleições suplementares não está restrito ao nome da vereadora Carmem Betti. "Não estamos postulando a vice, nem loteando cargos. Nosso projeto é oferecer uma opção aos eleitores com menor poder aquisitivo e a toda sociedade, baseado em um projeto para a cidade. Se na hora "H", ninguém tiver coragem de ir para o enfrentamento, vou calçar minhas chinelas e vou eu mesmo, mas meu nome é o último deste projeto Queremos ajudar no processo e não ganhar um boquinha no projeto dos outros.", disse ele. 

Ely Leal - Redação

Última modificação emSábado, 07 Outubro 2017 15:16

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

29°C

Primavera do Leste

Parcialmente Nublado

Umidade: 70%

Ventos: 0 km/h

  • 24 Mar 2016 27°C 21°C
  • 25 Mar 2016 27°C 21°C
Banner 468 x 60 px