Banner Superior

Estado Lacaio. Sete deputados de MT votam para arquivar investigação contra Temer

Sete deputados de Mato Grosso a votaram favoráveis ao arquivamento do pedido de investigação contra o presidente Michel Temer (PMDB). Apenas o deputado Ságuas Moraes (PT) foi contra o relatório da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), defendendo as investigações contra o presidente, o que pode culminar com seu afastamento do cargo.

Assim como na votação do impeachment da ex-presidente Dilma Roussef (PT), os deputados federais votaram de acordo com a bancada dos Estados. O primeiro a votar de Mato Grosso foi o deputado Adilton Sachetti (PSDB).

Ele defendeu o arquivamento do pedido de investigação para garantir o crescimento econômico do Brasil.  Os mesmos argumentos foram utilizados pelos deputados Carlos Bezerra (PMDB), Ezequiel Fonseca (PP) e Nilson Leitão. “Pela estabilidade política e econômica do Brasil, em voto sim. Voto em nome do Brasil que gera emprego, gera renda. Voto em nome da responsabilidade”, completou Leitão.

O deputado Fábio Garcia (PSB) se limitou a dizer que votaria favorável ao relatório da CCJ. Já os deputados Victório Galli (PSC) e Rogério Silva (PMDB), que ocupa vaga de Valtenir Pereira (PSB), fizeram discursos acalorados. “Pelo progresso do nosso país, pela liberdade religiosa e pela não implantação da ideologia de gênero nas nossas escolas e por Mato Grosso, o maior produtor de grãos do país, meu voto é sim”, disse Galli. “Se o presidente Michel Temer cometeu algum ilícito penal, ele vai pagar na hora certa. O momento é pela estabilidade econômica e voto sim”, assinalou Silva.

Por último, Ságuas fez discurso pedindo a saída de Michel Temer (PMDB) da presidência da República. Ele destacou as denúncias de corrupção que embasaram a denúncia da Procuradoria Geral da República. “Meu voto é pela abertura da investigação contra o presidente Michel Temer por atos de corrupção realizado nos porões do Palácio do Jaburu, na calada da noite, e concluído numa pizzaria em São Paulo”, frisou.

 

 No total, votaram 492 dos 513 deputados – 264 a favor do relatório, 227 contra e duas abstenções. Houve 19 ausências – com base no regimento da Câmara, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) não votou.

fonte:folhamax

Última modificação emQuinta, 03 Agosto 2017 11:39

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

29°C

Primavera do Leste

Parcialmente Nublado

Umidade: 70%

Ventos: 0 km/h

  • 24 Mar 2016 27°C 21°C
  • 25 Mar 2016 27°C 21°C
Banner 468 x 60 px